Arrepios

Arrepios, suspiros, verdades…

A dúvida.

Todos aqueles lugares onde nunca esteve.

Os vários livros empoeirados na estante.

Aquele casaco de lã esquecido no armário.

As cartas que escreveu e não entregou.

Os pequenos resquícios da adolescência.

Aquele quadro bonito que nunca pendurou.

A bebida que venceu ao esperar ser aberta.

Os DVDs em excesso que caíram em desuso.

Os bilhetes antigos colados como lembretes.

O amor e a admiração que sente por ele.

A vontade de comer tudo e mais um pouco.

Os muitos sonhos dormidos e os acordados.

A dificuldade em ser humana pela manhã.

A saudade do núcleo familiar e da cachorra.

O medo de pular e a vontade de voar.

O gosto pelo difícil, quiçá o impossível.

Todos os desejos, todos os defeitos, todos.

Tudo o que a constrói, corrói e destrói.

Todos os lugares onde nunca esteve.

Até onde posso ir?

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: